informação

Como utilizar os auxiliares de elevação e de transferência?

Como usar dispositivos de elevação e transferência

1. Introdução

Os auxiliares de elevação e de transferência são ferramentas vitais necessárias em muitos ambientes de cuidados de saúde e de prestação de cuidados. Ajudam a deslocar os doentes de um sítio para outro, como da cama para a cadeira de rodas, da cadeira de rodas para o carro ou outros. A utilização correcta destes auxiliares reduz o esforço dos prestadores de cuidados e garante a segurança dos doentes. Neste artigo, falaremos sobre as utilizações correctas destes dispositivos de mobilidade e daremos conselhos sobre orientações de segurança, técnicas de utilização segura e boas práticas.

 

2. Tipos de meios auxiliares de elevação e de transferência

Esta categoria de equipamento apresenta-se sob diversas formas e cada uma delas tem o seu próprio papel. Alguns exemplos incluem:

Cadeiras de rodas de transferência

Estas cadeiras facilitam a deslocação do doente entre locais. São normalmente fabricadas de forma robusta, com altura de assento ajustável, entre outras características. Podem ser utilizadas durante as transferências da cadeira de rodas ou da cama para outros locais.

elevador de transferência

Elevadores de transferência de pacientes

Os elevadores manuais, que necessitam de intervenção humana, enquanto os eléctricos dependem de baterias ou fontes de energia, são alguns dos tipos de elevadores de doentes disponíveis atualmente. Com estes dispositivos, uma pessoa pode levantar um doente de uma cama e depois transportá-lo em segurança para outro local.

Folhas de lâminas e placas de transferência

As placas de deslizamento e as placas de transferência são utilizadas para ajudar a deslizar ou a mover os doentes de um sítio para outro. São normalmente utilizados para ajudar os doentes a deslocarem-se dentro de uma cama ou para serem transferidos de uma cama para uma cadeira de rodas.

 

3. Precauções de segurança

A segurança é fundamental quando se utilizam auxiliares de elevação e de transferência. Eis algumas directrizes de segurança fundamentais:

Técnicas de elevação correctas

Os prestadores de cuidados devem utilizar sempre técnicas de elevação correctas para evitar lesões. Isto inclui manter as costas direitas, dobrar os joelhos em vez da cintura e evitar torcer o corpo.

Garantir a segurança dos doentes

É fundamental garantir a segurança dos doentes durante as transferências. Utilize cintos de segurança, fundas ou outros dispositivos de retenção para garantir que os doentes não escorregam ou caem durante as transferências.

Manter um ambiente limpo

Antes de iniciar uma transferência, certifique-se de que o ambiente está livre de obstáculos ou outros perigos que possam causar acidentes. Manter o chão seco e livre de desordem.

 

Utilização correcta das cadeiras sanitárias

As cadeiras sanitárias são normalmente utilizadas nas transferências. A sua utilização correcta pode garantir uma transferência segura e fácil de um local para outro através dos seguintes passos.

Preparar a cadeira de rodas e avaliar o seu estado

Antes de utilizar a cadeira de rodas para uma transferência, é importante verificar o seu estado. Encha os pneus se necessário, certifique-se de que os travões respondem bem e confirme se o assento não está muito solto.

Posicionar o doente e ajustar a altura do assento

Colocar o doente em segurança nos rolos e ajustar a sua altura para evitar desconforto. Certifique-se de que os pés do doente estão bem colocados nos apoios para os pés e utilize cintos de segurança para os fixar.

Transferências de cadeira de rodas sem ameaças

Ao deslocar as cadeiras de rodas, certifique-se de que os travões estão soltos e de que não existem obstáculos numa superfície plana. Ao deslocar os doentes da cadeira de rodas para outro ponto, tenha cuidado, pois podem tombar facilmente sem qualquer tipo de apoio que apareça noutro local.

 

5. Elevadores de doentes manuais e eléctricos

Os elevadores de doentes podem ser úteis em muitas situações de transferência. Eis um guia sobre a utilização de elevadores manuais e eléctricos:

Elevadores manuais

Normalmente, existem elevadores manuais que devem ser accionados através da aplicação de esforço físico por parte do prestador de cuidados. Não faça movimentos bruscos quando utilizar os elevadores manuais. Ao levantar, certifique-se de que os utiliza de forma correcta e cautelosa.

assento de transferência para banho

Elevadores eléctricos de doentes

As fontes de energia (como as baterias) utilizadas nestes elevadores eléctricos minimizam o trabalho físico do prestador de cuidados ao deslocar os doentes. Certifique-se de que a bateria está totalmente carregada e de que todas as peças estão a funcionar corretamente antes de utilizar qualquer elevador elétrico. Confirme que as fundas foram bem fixadas antes da elevação, com todas as medidas de segurança a bordo.

Conselhos de segurança para transferências com elevadores

A segurança é fundamental aquando da transferência com elevadores manuais ou eléctricos. Não efetuar movimentos bruscos; limpar o ambiente de tudo o que possa obstruir e apoiar adequadamente o doente durante este processo.

 

6. Folhas de lâminas e quadros de transferência

As folhas de deslizamento e as placas de transferência são outro tipo comum de auxiliar de transferência. Podem ajudar a deslocar os doentes ao longo de superfícies planas, reduzindo a fricção. Veja como utilizar corretamente as folhas deslizantes e as placas de transferência:

  • Antes de utilizar folhas de lâminas e placas de transferência, certifique-se de que são colocadas entre o doente e o local de destino de uma forma óptima. Além disso, certifique-se de que as suas superfícies não apresentam fissuras para obter resultados óptimos.
  • Ajudar os doentes a juntarem-se ao auxílio Antes de utilizar folhas deslizantes ou placas de transferência, certifique-se de que os doentes estão numa posição vertical e confortável e informe-os sobre o processo de transferência. Guie suavemente cada doente para o seu auxílio até que este esteja seguro - assegurando-lhes a sua estabilidade ao longo do processo.
  • Garantir o conforto e a segurança do doente: Ao utilizar lençóis deslizantes e pranchas de transferência, o conforto do doente é prioritário, reduzindo a fricção para garantir que o seu corpo permanece apoiado durante todo o processo de transferência. Se necessário, vários prestadores de cuidados devem ajudar na transferência.

 

7. Boas práticas para os prestadores de cuidados

Para garantir transferências seguras e sem problemas, os prestadores de cuidados devem aderir a algumas boas práticas:

Comunicação com os doentes

Comunicar com os doentes antes de qualquer transferência para os informar dos passos a dar e garantir que se sentem informados de quaisquer passos futuros.

Trabalho em equipa

Ao efetuar transferências complexas, o trabalho conjunto dos prestadores de cuidados é vital para garantir a segurança e transições suaves.

Os prestadores de cuidados devem tomar precauções adicionais para manter uma postura e uma mecânica corporal adequadas para se protegerem de lesões, incluindo manter as costas direitas, fazer exercícios de fortalecimento das pernas e limitar os movimentos de torção.

 

8. Manutenção e inspeção regulares dos auxiliares de transferência

Para garantir a segurança e a eficácia dos auxiliares de transferência, a manutenção e a inspeção regulares são fundamentais. Verifique todas as peças para se certificar de que tudo está a funcionar corretamente antes de substituir os componentes desgastados, se necessário.

Os auxiliares de elevação e de transferência podem melhorar significativamente as transferências de doentes se forem seguidas estas boas práticas de utilização. A adesão a estas directrizes e práticas garante um processo de transferência agradável para os seus doentes; quaisquer preocupações relativas à utilização destes auxiliares devem ser imediatamente aconselhadas por um especialista.

Loading

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *